z
zeldathemes
Meu nome é Lass e estou aqui somente para me redimir de todo o mal que causei enquanto meu corpo estava possuído por Cazeaje. E isso é só o que você precisa saber.
Lass Isolet

[Salão de Festas (Ala Direita, Mesa) - Madrugada]

limethesaint:

lassisolet:

limethesaint:

Acabou nem se surpreendendo ao ouvir as palavras dele. "Provavelmente ele não está tendo um bom dia…" Pensou, mas sorriu mais uma vez.

- As pessoas já estão indo embora… já deve estar tarde. - disse, olhando ao redor. - Vai passar a noite em um cômodo do castelo? - perguntou, amigavelmente. Ela ficaria, por terem sido cedidos aos integrantes diretamente pela rainha.

Estar cercado de gente e continuar se sentindo só. Deveria ter me acostumado com isso. Suspirou.

Assim que ouviu o que Holy tinha a dizer, mentalmente ele concordou. Aquele bando de gente fresca estava se dispersando e aquele salão enorme ia começando a ficar vazio. O que restavam era apenas alguns integrantes, que não deu muita atenção.

- Talvez - Disse incerto. Não sabia se ainda estava chovendo daquele jeito lá fora; passar noites em claro já era costume, caso tivesse parado de chover seria um favor, não mofaria num quarto desconhecido. - Todos irão ficar?

- Eu acho que não… acabei nem me encontrando com eles pra perguntar…. - E depois ela deu outro bocejo. - a…….ahhhhnn… ai desculpa… - ficou um pouco sem-graça, mas não podia fazer nada. - acho melhor eu ir já pros meus aposentos - e se levantou sem pressa.

- Hunnn… - sentia que faltava mais alguma coisa antes de dizer boa noite, e por isso virou-se pra ele e fez outra reverência de dama - uhn… obrigada pela dança… desculpe ter te puxado pra dançar assim do nada, achei que te deixaria mais animado, mas acabei só envergonhando né… hahaha… - disse, levemente envergonhada com seu jeito de criança.

Acho que não tem problema se eu voltar ao QG durante a madrugada numa carroça de um comerciante qualquer.

Quando ela se levantou, resolver fazer o mesmo, e como não sabia a localização de nada ali - ou preferia não ir na frente simplesmente por não se sentir à vontade -, preferiu ficar um pouco próximo da menor.

Recebendo a reverência sonolenta dela, fechou os olhos calmamente e afundou uma das mãos no topo de sua cabeça, como se fosse um agrado em retribuição ao agradecimento. - Acontece. - E recolheu a mão ao bolso da calça, abrindo os olhos e mantendo o olhar distante enquanto esperava alguma instrução.

[Salão de Festas (Ala Direita, Mesa) - Madrugada]

limethesaint:

lassisolet:

limethesaint:

E com a constatação dele, ela sorriu. Ela notou que ele ficou levemente desconfortável ao falar o “Nós”, mas resolveu não perguntar o porquê no momento. - Verdade… algo que tenha só os integrantes da Grand Chase… Eu me sentiria melhor também. Tanta gente aqui… e eu só conheço vocês… heheheh… - Quando tinha festas em sua terra natal, as pessoas envolvidas eram todas conhecidas, e as músicas não eram para “pares”, como as valsas. Isso realmente mudava a festa. - Pelo menos eu gostei de usar e ver as roupas bonitas em todo mundo. - E voltou a olhá-lo, sorrindo sincera - E você também. Ficou bem nessa roupa.

Estranho Arme não estar por aqui, pensava enquanto a outra menor tagarelava. Não conseguia atentar à uma coisa só com tanto barulho, chegava a ser irritante.

- Ao menos se fosse só entre nós, eu não precisaria usar roupas tão ridículas. - De fato, tinha algumas moças bastante bonitas no salão, mas nada… Interessante. Não tinha tanta graça sem quem ele ao menos esperava encontrar ali - pelo menos uma das duas -. No final não fazia muita diferença, talvez fosse melhor mesmo continuar entre os ninjas.

- Bah. Tanto faz. - Resmungou consigo mesmo e quando um garçom passou com a bandeja de taças de vinho, tomou uma delas e ficou balançando o que tinha dentro um pouco inquieto. Paz era boa para si, mas deixava sua mente aberta à coisas desagradáveis.

Acabou nem se surpreendendo ao ouvir as palavras dele. "Provavelmente ele não está tendo um bom dia…" Pensou, mas sorriu mais uma vez.

- As pessoas já estão indo embora… já deve estar tarde. - disse, olhando ao redor. - Vai passar a noite em um cômodo do castelo? - perguntou, amigavelmente. Ela ficaria, por terem sido cedidos aos integrantes diretamente pela rainha.

Estar cercado de gente e continuar se sentindo só. Deveria ter me acostumado com isso. Suspirou.

Assim que ouviu o que Holy tinha a dizer, mentalmente ele concordou. Aquele bando de gente fresca estava se dispersando e aquele salão enorme ia começando a ficar vazio. O que restavam era apenas alguns integrantes, que não deu muita atenção.

- Talvez - Disse incerto. Não sabia se ainda estava chovendo daquele jeito lá fora; passar noites em claro já era costume, caso tivesse parado de chover seria um favor, não mofaria num quarto desconhecido. - Todos irão ficar?

[Salão de Festas (Ala Direita, Mesa) - Madrugada]

limethesaint:

lassisolet:

limethesaint:

Quieta, mas com um leve sorriso, estendeu os braços e acolheu Sid, logo voltando a lhe fazer carinhos.

A paladina respirou fundo, por causa do leve agitar da dança e nervosismo, mas já passou a tensão. Não sabia que sentiria isso, era só dançar, não era? E logo se pegou em um bocejo enquanto pegava o último copo de água do garçom que passou ali. Pelo visto, todo mundo já estava bebendo muito e burburios e risadas tinham aumentado…

- Eu achava que festas assim eram mais divertidas… - Ou será que faltam alguns elementos para que fique divertida?

Quando se sentou, observou Sid praticamente se jogar pra cima de Holy em silêncio. Estava tendo emoções demais ultimamente, muita bagunça para alguém que gostava de ambientes quietos. Apoiou os cotovelos na mesa, fitando o nada.

- Hm. Geralmente coisas assim, que esbanjam a riqueza deixam de ser divertidas e passam a ser algo desconfortável. - O ambiente aparentava estar mais barulhento e não lhe agradava muito, mas até que era suportável, já estava sentado num cantinho. - Acho que seria melhor se essa festa fosse somente entre… Nós. - Dizia com certo receio, falar coisas assim abertamente não era seu forte. No entanto, estava sendo sincero.

E com a constatação dele, ela sorriu. Ela notou que ele ficou levemente desconfortável ao falar o “Nós”, mas resolveu não perguntar o porquê no momento. - Verdade… algo que tenha só os integrantes da Grand Chase… Eu me sentiria melhor também. Tanta gente aqui… e eu só conheço vocês… heheheh… - Quando tinha festas em sua terra natal, as pessoas envolvidas eram todas conhecidas, e as músicas não eram para “pares”, como as valsas. Isso realmente mudava a festa. - Pelo menos eu gostei de usar e ver as roupas bonitas em todo mundo. - E voltou a olhá-lo, sorrindo sincera - E você também. Ficou bem nessa roupa.

Estranho Arme não estar por aqui, pensava enquanto a outra menor tagarelava. Não conseguia atentar à uma coisa só com tanto barulho, chegava a ser irritante.

- Ao menos se fosse só entre nós, eu não precisaria usar roupas tão ridículas. - De fato, tinha algumas moças bastante bonitas no salão, mas nada… Interessante. Não tinha tanta graça sem quem ele ao menos esperava encontrar ali - pelo menos uma das duas -. No final não fazia muita diferença, talvez fosse melhor mesmo continuar entre os ninjas.

- Bah. Tanto faz. - Resmungou consigo mesmo e quando um garçom passou com a bandeja de taças de vinho, tomou uma delas e ficou balançando o que tinha dentro um pouco inquieto. Paz era boa para si, mas deixava sua mente aberta à coisas desagradáveis.

[Salão de Festas (Ala Direita, Mesa) - Madrugada]

limethesaint:

lassisolet:

limethesaint:

- Nnn- - Ela tentou negar de imediato, se recuperando do leve tropeço, mas a música já estava acabando, então foi fazendo mais uns passos diferentes. - Deixa a música terminar…

E afastou os corpos, ficando com as duas mãos unidas… ergueu a mão dele para outro giro, e se afastou de novo, dessa vez unidos só por um par de braços esticados… e soltou a mão dele devagar, finalizando a dança com um cumprimento formal de dama - segurando as laterais da saia e dobrando levemente os joelhos, com os olhos fechados e fronte curvada pra frente.

Ela pareceu mais séria por esse breve momento, e depois do cumprimento se aproximou dele para que caminhassem de volta à mesa. Não reparou que estavam sendo observados por alguns…

Está até tropeçando nos próprios pés e ainda quer dançar? Mereço. Entre tantas outras vezes, ele bufou, auxiliando-a de maneira preguiçosa naquela dança. Que aquilo ao menos não voltasse a ocorrer.

O fato de estar sendo observado era incômodo e não passava por despercebido. Típico de uma festa, acreditou que seriam apenas curiosos e tratou com descaso, dando os ombros e acompanhando a menina à mesa, ao término da música e cumprimento, no qual se sucedeu apenas pela curvatura do corpo para frente.

Sid aguardava sobre a mesa com certa euforia, ao vê-los retornar.

Quieta, mas com um leve sorriso, estendeu os braços e acolheu Sid, logo voltando a lhe fazer carinhos.

A paladina respirou fundo, por causa do leve agitar da dança e nervosismo, mas já passou a tensão. Não sabia que sentiria isso, era só dançar, não era? E logo se pegou em um bocejo enquanto pegava o último copo de água do garçom que passou ali. Pelo visto, todo mundo já estava bebendo muito e burburios e risadas tinham aumentado…

- Eu achava que festas assim eram mais divertidas… - Ou será que faltam alguns elementos para que fique divertida?

Quando se sentou, observou Sid praticamente se jogar pra cima de Holy em silêncio. Estava tendo emoções demais ultimamente, muita bagunça para alguém que gostava de ambientes quietos. Apoiou os cotovelos na mesa, fitando o nada.

- Hm. Geralmente coisas assim, que esbanjam a riqueza deixam de ser divertidas e passam a ser algo desconfortável. - O ambiente aparentava estar mais barulhento e não lhe agradava muito, mas até que era suportável, já estava sentado num cantinho. - Acho que seria melhor se essa festa fosse somente entre… Nós. - Dizia com certo receio, falar coisas assim abertamente não era seu forte. No entanto, estava sendo sincero.

[Salão de Festas (Ala Direita, Mesa) - Noite]

limethesaint:

lassisolet:

limethesaint:

Ele ainda agia passivo à dança, não estava conseguindo animá-lo… e isso estava deixando ela um pouquinho irritada de novo, mas então ele perguntou isso.

No mesmo instante ela olhou pra cima. - EH? … .E- … Eu… - "Mas… mas é claro que eu bebi, ele me viu tomando aquela taça" - Eu bebi sim!! M-mas… mas… - e acabou tropeçando no próprio pé - Ai!

Dando uma leve queda, acabou se sustentando por estar de mãos dadas a ele. - Mas eu não bebi quase nada!! - continuou ela… e seu rosto avermelhou-se de novo com o tropeço.

Um pouco desajeitado, resolveu mover o corpo para os lados com auxílio dos pés de maneira discreta, contagiado pela música. Mas parou ao ser encarado pela baixinha.

- Ah. - Girou os olhos. - Então é por isso que está tão boba. - Não conhecia muito bem ela, então não sabia que seu jeito bobo era natural. - É melhor se sentar. - E de qualquer forma, qualquer desculpa seria válida se o fizesse sair do meio de tanta gente e voltar a se sentar.

- Nnn- - Ela tentou negar de imediato, se recuperando do leve tropeço, mas a música já estava acabando, então foi fazendo mais uns passos diferentes. - Deixa a música terminar…

E afastou os corpos, ficando com as duas mãos unidas… ergueu a mão dele para outro giro, e se afastou de novo, dessa vez unidos só por um par de braços esticados… e soltou a mão dele devagar, finalizando a dança com um cumprimento formal de dama - segurando as laterais da saia e dobrando levemente os joelhos, com os olhos fechados e fronte curvada pra frente.

Ela pareceu mais séria por esse breve momento, e depois do cumprimento se aproximou dele para que caminhassem de volta à mesa. Não reparou que estavam sendo observados por alguns…

Está até tropeçando nos próprios pés e ainda quer dançar? Mereço. Entre tantas outras vezes, ele bufou, auxiliando-a de maneira preguiçosa naquela dança. Que aquilo ao menos não voltasse a ocorrer.

O fato de estar sendo observado era incômodo e não passava por despercebido. Típico de uma festa, acreditou que seriam apenas curiosos e tratou com descaso, dando os ombros e acompanhando a menina à mesa, ao término da música e cumprimento, no qual se sucedeu apenas pela curvatura do corpo para frente.

Sid aguardava sobre a mesa com certa euforia, ao vê-los retornar.

[Salão de Festas (Ala Direita, Mesa) - Noite]

limethesaint:

lassisolet:

limethesaint:

E o rapaz, muito mais calmo embora estivesse desconfortável, ajeitou a postura da dança, e ela sorriu. Continuava avermelhada de vergonha enquanto ficavam próximos, mas os passos até então pequenos começavam a ganhar um pouco de confiança e giro, embora o tronco continuasse duro.  - … ehehe…. é isso aí… - sorria à toa.

E depois de alguns passos, resolveu variar, se afastando dele por um breve momento e girando o corpo enquanto segurava a mão dele acima da cabeça.

Só atraio gente estranha.

Sentia a menina toda dura em contato consigo e não entendia o motivo se seu constrangimento. Ela, toda animada prosseguia com a dança, já ele, fazia corpo mole por não querer e não saber dançar mesmo. Simplesmente ficou parado e esperou-a retornar para o lugar. Senso de humor zero.

Assim que a puxou de volta, curvou levemente o pescoço para frente - para olhá-la de perto - com uma das sobrancelhas arqueadas. - Você bebeu?

Ele ainda agia passivo à dança, não estava conseguindo animá-lo… e isso estava deixando ela um pouquinho irritada de novo, mas então ele perguntou isso.

No mesmo instante ela olhou pra cima. - EH? … .E- … Eu… - "Mas… mas é claro que eu bebi, ele me viu tomando aquela taça" - Eu bebi sim!! M-mas… mas… - e acabou tropeçando no próprio pé - Ai!

Dando uma leve queda, acabou se sustentando por estar de mãos dadas a ele. - Mas eu não bebi quase nada!! - continuou ela… e seu rosto avermelhou-se de novo com o tropeço.

Um pouco desajeitado, resolveu mover o corpo para os lados com auxílio dos pés de maneira discreta, contagiado pela música. Mas parou ao ser encarado pela baixinha.

- Ah. - Girou os olhos. - Então é por isso que está tão boba. - Não conhecia muito bem ela, então não sabia que seu jeito bobo era natural. - É melhor se sentar. - E de qualquer forma, qualquer desculpa seria válida se o fizesse sair do meio de tanta gente e voltar a se sentar.

*dá um passinho pro lado e desvia da água* 눈_눈

*dá um passinho pro lado e desvia da água* 눈_눈

  #눈_눈  

[Salão de Festas (Ala Direita, Mesa) - Noite]

limethesaint:

lassisolet:

limethesaint:

Com a leve resistência dele, puxou-o mais um pouco e arrumou um jeito de catar a outra mão dele. Estava sorrindo a toa, andando de costas enquanto olhava pra ele e… ponderou. "Espera… Como é que se dança isso mesmo…?"

Era uma música um tanto animada, a mesma na qual Lupus e Amy dançavam com piruetas… e ela acabou se enrolando para começar a dança com o albino irritado…

Sem falar que nunca tinha dançado com um rapaz antes.

"Oh meu guardião, o que eu faço? O que eu faço?? … Calma Holy, respire fundo…" E entrelaçou os dedos de sua mão direita com a dele, levantando o braço como estavam os outros nobres, e tentou dar uns passinhos no ritmo da música. O outro par de mãos ficou sem atenção, totalmente fora do lugar. Ela estava ficando nervosa, com o rosto vermelho.

Como se já não bastasse estar no tédio, serei exposto ao ridículo. Ótimo.

Foi carregado de muito mal gosto e assistiu com aparente tédio o esforço que a menor fazia para ficar conforme os outros, naquela barulheira. Pensava seriamente no fato de usar penumbra e cair fora de vista, indo para um lugar mais calmo… Mas ao pensar na sensibilidade dela, ele suspirou levemente derrotado. Essas menininhas e suas frescuras.

Com uma bufada, ele virou o rosto emburrado de lado e pressionou com os dedos a mão direita da verdinha, levantando-o na altura do ombro dela um pouco mais afastado dos corpos e com a mão livre que ela sequer atentou, levou às suas costas, no fim das costelas, pressionando-a levemente contra si. Tudo isso assistindo um casal aleatório. Mas para dançar… Ah, já estariam pedindo demais.

Contato físico não era seu forte, ainda mais com alguém que não tivera muito contato antes, a não ser por missões e afins. Então não a olhava nos olhos, nem na face, mantinha o olhar perdido pelo salão.

E o rapaz, muito mais calmo embora estivesse desconfortável, ajeitou a postura da dança, e ela sorriu. Continuava avermelhada de vergonha enquanto ficavam próximos, mas os passos até então pequenos começavam a ganhar um pouco de confiança e giro, embora o tronco continuasse duro.  - … ehehe…. é isso aí… - sorria à toa.

E depois de alguns passos, resolveu variar, se afastando dele por um breve momento e girando o corpo enquanto segurava a mão dele acima da cabeça.

Só atraio gente estranha.

Sentia a menina toda dura em contato consigo e não entendia o motivo se seu constrangimento. Ela, toda animada prosseguia com a dança, já ele, fazia corpo mole por não querer e não saber dançar mesmo. Simplesmente ficou parado e esperou-a retornar para o lugar. Senso de humor zero.

Assim que a puxou de volta, curvou levemente o pescoço para frente - para olhá-la de perto - com uma das sobrancelhas arqueadas. - Você bebeu?

[Salão de Festas (Ala Direita, Mesa) - Noite]

limethesaint:

lassisolet:

limethesaint:

- …. o.ooohh… - Os olhos de Holy briharam com os passos difíceis que eles estavam fazendo. - Não sabia que Lupus também dançava… - E ao observar Lass não dando a mínima, inflou as bochechas. - Sid, fica aqui. Vou dar um jeito nesse menino chateado. - Ela tinha que falar ‘entediado’… mas…

De uma maneira um pouco apressada, mas não deixando de ter cuidado, colocou a fênix sobre a mesa e logo puxou um dos braços de Lass, carregando-o para não muito longe da mesa onde estavam. - Vem cá, vem!

Que coisa chata. Por que queriam tanto que eu me vestisse com essas coisas ridículas e viesse aqui, passar tédio? Ao menos se tivesse uma bebida decente. Reclamava mentalmente; o vinho que tomara de uma vez só sequer causara algum efeito, somente sentia o gosto se tornando um pouco amargo na boca ao decorrer do tempo. Típico gostinho de “Tome mais, assim seu paladar continua doce!”, mas ele não se embebedaria. Ainda mais na companhia de uma… Menina atrapalhada e…

Emburrada? Ergueu uma das sobrancelhas ao vê-la colocar o pássaro sobre a mesa, e em seguida já esperava pelo pior; ser arrastado para dançar. Infelizmente, a baixinha era forte e carregou-o com facilidade aonde quer que ela quisesse ir.

Mereço.

Com a leve resistência dele, puxou-o mais um pouco e arrumou um jeito de catar a outra mão dele. Estava sorrindo a toa, andando de costas enquanto olhava pra ele e… ponderou. "Espera… Como é que se dança isso mesmo…?"

Era uma música um tanto animada, a mesma na qual Lupus e Amy dançavam com piruetas… e ela acabou se enrolando para começar a dança com o albino irritado…

Sem falar que nunca tinha dançado com um rapaz antes.

"Oh meu guardião, o que eu faço? O que eu faço?? … Calma Holy, respire fundo…" E entrelaçou os dedos de sua mão direita com a dele, levantando o braço como estavam os outros nobres, e tentou dar uns passinhos no ritmo da música. O outro par de mãos ficou sem atenção, totalmente fora do lugar. Ela estava ficando nervosa, com o rosto vermelho.

Como se já não bastasse estar no tédio, serei exposto ao ridículo. Ótimo.

Foi carregado de muito mal gosto e assistiu com aparente tédio o esforço que a menor fazia para ficar conforme os outros, naquela barulheira. Pensava seriamente no fato de usar penumbra e cair fora de vista, indo para um lugar mais calmo… Mas ao pensar na sensibilidade dela, ele suspirou levemente derrotado. Essas menininhas e suas frescuras.

Com uma bufada, ele virou o rosto emburrado de lado e pressionou com os dedos a mão direita da verdinha, levantando-o na altura do ombro dela um pouco mais afastado dos corpos e com a mão livre que ela sequer atentou, levou às suas costas, no fim das costelas, pressionando-a levemente contra si. Tudo isso assistindo um casal aleatório. Mas para dançar… Ah, já estariam pedindo demais.

Contato físico não era seu forte, ainda mais com alguém que não tivera muito contato antes, a não ser por missões e afins. Então não a olhava nos olhos, nem na face, mantinha o olhar perdido pelo salão.

[Salão de Festas (Ala Direita, Mesa) - Noite]

limethesaint:

lassisolet:

limethesaint:

E assim que ele veio, pegou-o com cuidado - por ser um pássaro, sabia que seria levinho e um pouco frágil. Fez-lhe um “ninho” com os braços, e com a mão acariciava-lhe a cabeça e topete. Mas algo lhe chamou a atenção: um ponto rosado se destacou na ala central, na pista de dança, e leves burburios puderam ser ouvidos. - ….. é a Amy! - E deu uma levantada de leve na cadeira, pra tentar olhar. - Ela está dançando com… o Lupus?? Uau!

Traíra. Por que tem que ser tão dado? Perguntava-se sobre o pássaro que agora fingia não ter dono. Era naquelas horas que sentia-se levemente ameaçado; e se viesse a faltar, aquele pássaro o substituiria tão rápido assim?

Suspirou, sem um motivo maior. E logo a baixinha tagarela estava a comentar algo sobre o bicho rosa que não deu muita importância. A não ser pelo fato de ter comentado algo sobre Lupus. Não lhe interessava, mas não deixou de procurar com os olhos aquilo, esperando o ridículo. - Heh. - Mas não foi conforme o esperado… E gerou uma girada de olhos bastante entediada.

- …. o.ooohh… - Os olhos de Holy briharam com os passos difíceis que eles estavam fazendo. - Não sabia que Lupus também dançava… - E ao observar Lass não dando a mínima, inflou as bochechas. - Sid, fica aqui. Vou dar um jeito nesse menino chateado. - Ela tinha que falar ‘entediado’… mas…

De uma maneira um pouco apressada, mas não deixando de ter cuidado, colocou a fênix sobre a mesa e logo puxou um dos braços de Lass, carregando-o para não muito longe da mesa onde estavam. - Vem cá, vem!

Que coisa chata. Por que queriam tanto que eu me vestisse com essas coisas ridículas e viesse aqui, passar tédio? Ao menos se tivesse uma bebida decente. Reclamava mentalmente; o vinho que tomara de uma vez só sequer causara algum efeito, somente sentia o gosto se tornando um pouco amargo na boca ao decorrer do tempo. Típico gostinho de “Tome mais, assim seu paladar continua doce!”, mas ele não se embebedaria. Ainda mais na companhia de uma… Menina atrapalhada e…

Emburrada? Ergueu uma das sobrancelhas ao vê-la colocar o pássaro sobre a mesa, e em seguida já esperava pelo pior; ser arrastado para dançar. Infelizmente, a baixinha era forte e carregou-o com facilidade aonde quer que ela quisesse ir.

Mereço.